• GREVE DOS PROFESSORES DA SEDUC/PA CONTINUA

    Os professores do Ensino Médio do Pará resolveram continuar em greve mesmo com a justiça considerando a paralisação irregular, nem mesmo os R$ 10 mil de multa diária, determinados pelo Tribunal de Justiça do Pará (TJE) caso 50% dos trabalhadores da educação não retornassem às escolas estaduais, fizeram com que a categoria recuasse.

    A GREVE

    Em greve há 12 dias, os trabalhadores em educação pública do Pará exigem que o governo do Estado cumpra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que referendou o piso da categoria de R$ 1.187. A proposta oferecida pelo governo até agora propõe o pagamento de 30% do piso.

    A greve dos professores estaduais foi considerada abusiva pela Justiça, devido ao prejuízo dos estudantes. O juiz da 1ª Vara de Fazenda da Capital, Elder Lisboa, concedeu liminar ao governo estadual, no último dia 29. O não cumprimento da medida acarretará ao sindicato multa diária de R$10 mil
  • Outras postagens que podem ser do seu interesse

    2 comentários:

    1. Abusivo é termos que aceitar esse salário ridículo, enquanto quem ordena as leis, que precisou de um professor para chegar aonde chegou, recebe cem vezes mais, sem olhar a realidade!!!

      ResponderExcluir
    2. funcionários da sead "viram réfens" dos que se dizem "professores", isso é uma vergonha!

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário