• Tropa de Elite 2: Ficção ou baseado em fatos reais?

    Se no primeiro filme José Padilha tocava apenas na corrupção dentro da própria polícia, nesse segundo o vôo é bem mais alto. A trama detalha como políticos corruptos usam a criminalidade para enriquecer e obter cargos eletivos. A história se passa no Rio de Janeiro, mas é uma realidade de várias regiões do Brasil, daí a pergunta: ficção ou fatos reais? Não é de hoje que a arte imita a vida e nesse caso se a sociedade olhar bem para o filme vai repensar sobre muitas coisas referentes à violência e à política. A questão chave do longa pode ser resumida assim:
    "Quem você acha que sustenta o sistema?". As respostas, inteligentes como não poderiam deixar de ser, apontavam para políticos inescrupulosos e para uma polícia corrupta que serve a uma pequena parcela da população, elas ressaltavam timidamente a desigualdade social e finalmente, nos convocavam a fazer uma autocrítica sobre o nosso papel de eleitor.
    O subtítulo “o inimigo agora é outro” é explicado no final do filme quando a narrativa explora o texto conclusório e a câmera passeia pelo congresso nacional.

    É claro que um tema tão forte, corrupção na política, tinha que interferir de alguma forma na obra e a interferência se deu principalmente na data da estréia, ela só aconteceu depois do dia 3 de outubro, depois do primeiro turno das eleições. 

    Quem ainda não viu “tropa de Elite 2” eu recomendo, só não esqueçam que a arte serve também para nos ensinar algo, nesse caso, prudência na hora de dar poder a alguém.


  • Outras postagens que podem ser do seu interesse

    4 comentários:

    1. Leandro Souto - Goiânia23 de outubro de 2010 09:52

      Eu vi o filme, realmente ficção e realidade se misturam, não dá pra separar uma da outra. O diretor do filme foi muito competente ao abordar esse tema, boa parte dos políticos têm ligações diretas com o crime, seja no tráfico, assaltos ou "simplesmente" em fraude do dinheiro público. Mas nem tudo está perdido, tem gente boa pelo meio, claro que é minoria então tem que procurar bem. Valeu....

      ResponderExcluir
    2. bem legal pois não são todos os filmes brasileiros de maios bilheteria eles inavaram e colocaram a realida a critica do povo

      ResponderExcluir
    3. asugeira estar em todo lugar,na verdade não pra confiar nesse sistema
      se vc falar e pesceguido , sera que nunca vai mudar?
      eu faço a pergunta quem administra ese pais.

      Rss

      ResponderExcluir
    4. AINDA PERGUNTA SE É REALIDADE E MUITO AINDA É POUCO PRO QUE ACONTECE, EU QUERIA VER O DIA QUE GLOBO CHEGARA EM BRASILIA PARA PERGUNTAR A TODOS OS POLITICOS SE ISSO ACONTECE.

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário