Tenente Coronel do Exército em Marabá é acusado de assédio sexual - Variando na Rede

Breaking

Informação e Entretenimento...

Random Posts

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

8 de outubro de 2010

Tenente Coronel do Exército em Marabá é acusado de assédio sexual

A o programa Domingo Espetacular da Rede Record de Televisão exibiu uma matéria de 13 minutos mostrando uma denúncia de assédio sexual envolvendo um Tenente Coronel do Exército em Marabá. Veja o texto original da matéria e em seguida acompanhe o vídeo com imagens do militar que caracterizam o homossexualismo:
Orgias e assédio sexual dentro do exército brasileiro. No centro da polêmica está um coronel do exército, comandante do hospital do exército em Marabá, no Pará. Segundo as denúncias, a praia do Lençol, em Marabá, no Pará é um dos lugares em que o tenente coronel Alberto Almeida promovia encontros sexuais com recrutas. Em troca, os soldados garantiriam a seqüência na carreira. O tenente coronel também foi acusado de promover festas que eram usadas para seduzir os soldados novatos. Fonte: R7.com

7 comentários:

  1. Péssima reportagem.....sem fundamento algum.Esse reporter tem muito o que aprender.

    ResponderExcluir
  2. Estou certo de quem é contra esta reportagem, também é um deles, não compactua com a verdade, quer ofuscar o certo, se faz de cego. Manda teu filho, que foi educado, com toda eduação que se pode, investi-se em educação emfim, que você não sabe oque é isto, aí manda para o EB, para cosolidar, e solidificar este trabalho, aprender a defender e amar a pátria. Ele vai parar na mão de um safado, lobo mal da sociedade, que devora as orvelhas, os sonhos, os ideais, não tenho mais palavras para abrir uma mente, que está cauterizada, tendo olhos não vêr, tendo ouvido, não ouve, tendo boca fala besteira. Parabéns Sr repórter.

    ResponderExcluir
  3. Assédio sexual é crime, pena que o exército não soube lidar com esse caso, as imagens e os depoimentos são mais do que suficientes para provar que esse oficial não tem uma conduta sadia. Não era pra esperar cair na midia para resolver o caso, mas já que caiu, espero que uma atitude decente seja tomada por parte dessa instituição tão séria.

    ResponderExcluir
  4. SOU GAY E CONHEÇO "OUTRA" DE LONGE
    E ESSE CORONEL É UMA MARICONA COM CERTEZA;
    E TROCO DE NOME SE TODAS AS ACUSAÇÕES FEITAS
    CONTRA A PESSOA DELA NÃO SÃO VERDADEIRAS.
    CHEGA DE PROTECIONISMO A ESTES SAFADOS QUE
    ACABAM DENEGRINDO A IMAGEM DAS FORÇAS ARMADAS E DOS GAYS
    TB PQ NEM TODOS SOMOS COMO ESSE MONSTRO.

    ResponderExcluir
  5. Ser gay é uma opção sexual, esse sujeito da matéria é um bandido isso não tem nada a ver com o fato de ser gay, se ele fosse hetero certamente estaria na pedofilia ou assediando a novatas do quartel, mal carater, isso é o que ele é, tem muitos por aí.

    ResponderExcluir
  6. VIVA O GAY NO EXERCITO CONHEÇO UM MONTÃO.

    ResponderExcluir
  7. O EXÉRCITO É UMA INSTITUIÇÃO QUE VIVE DE FACHADA, NÃO SÃO APENAS OS CASOS DE OFICIAIS E ST/SGT GAYS QUE EXISTEM DENTRO DA FORÇA QUE ASSEDIAM MILITARES TEMPORÁRIOS. EXISTEM AS CORRUPÇÕES EM TODOS OS SETORES DENTRO DO EXÉRCITO. EXISTE O NEPOTISMO DESCARADO PARA TORNAR SUAS ESPOSAS E DEMAIS PARENTES EM OFICIAIS E SARGENTOS TEMPORÁRIOS, INCLUINDO O USO DE DIPLOMAS E CERTIFICADOS FALSOS. RESUMINDO O EXÉRCITO BRASILEIRO É UMA VERGONHA PROTEGIDO PELOS MUROS.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here