• "Pior do que tá, não fica"

    Esse nosso país é mesmo cheio de contradições, criaram uma lei que proíbe humoristas de fazerem piadas sobre candidatos e partidos em período de eleição, por outro lado, em São Paulo, o conhecido palhaço Tiririca lançou candidatura ao cargo de deputado federal, diga-se de passagem pelo partido do prefeito de Marabá. A sua campanha não podia ser diferente, uma palhaçada e, bem divertida, o slogan adotado é bem sugestivo: vote Tiririca, pior do que tá, não fica.
    Ainda falando sobre o slogan do candidato palhaço Tiririca, em alguns casos realmente não dá para perceceber facilmente que ficou pior, em outros até quem não quer ver, percebe. Na política, o que tá ruim pode piorar. 
    Quer ler uma entrevista legal (divertida) do Candidato Palhaço Tiririca concedida a Folha.com? Já que não se pode fazer piadas dos candidatos, eles fazem o trabalho dos humoristas.
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/787678-nao-e-piada-e-a-realidade-diz-tiririca-sobre-slogan-de-campanha.shtml
  • Outras postagens que podem ser do seu interesse

    6 comentários:

    1. E lamentavel a falta de seriedade da politica brasileira. Não há criterio para o registro de determinadas candidaturas.Que respaldo este camarada tem para representar o povo no congresso nacional.Este sim e uma piada.

      Robson souza - Professor

      ResponderExcluir
    2. É Robson e esse é apenas um exemplo de candidaturas bizaras, tem ainda mulher fruta, humoristas como Batoré e aquele que imita o Faustão, cantores, ex-jogadores de futebol, etc. A maioria não tem nem noção da função que irão desempenhar.

      ResponderExcluir
    3. Julio Cezar (Marabá)31 de agosto de 2010 10:17

      É meus amigos, isso é a DEMOCRACIA, qualquer um - e nesse caso, qualquer um mesmo - pode se candidatar, mas é o eleitor que decidirá nas urnas.

      ResponderExcluir
    4. Concordo Julio Cezar mas me preocupa essa decisão ficar à cargo unica e exclusivamente do eleitor, nas regiões mais pobres culturalmente, onde o índice educacional (IDEB) é baixo fica evidente que o eleitor tem dificuldade para escolher seus governantes, ainda se deixa levar por promessas vagas, vota por favores e chega até a vender o voto. Isso faz com que essas regiões continuem pobres no que se refere a cultura, educação e consequentemente em desenvolvimento econômico. Platão (Século V A.C.) na Grécia antiga, dizia que o povo não estava preparado para participar das decisões (problema político), e hoje, no interior do Estado do Pará, estaria?

      ResponderExcluir
    5. Presado magno, se fosse somente o interior do Pará a ser questinado se está ou não preparado p/ eleger nossos representantes não estaria acontecendo essa série de escandalos em Brasília, c/ paralamentares que não foram eleitos pelos referidos cidadãos, o problema esta no código penal brasileiro. Pois os politicos fazem e acontecem e não são punidos. ( vivemos no País da Impunidade).É isso

      ResponderExcluir
    6. Concordo em gênero, número e grau, quando a impunidade impera, a contravenção toma conta.

      ResponderExcluir

    Deixe seu comentário